Salvando conteúdos no Evernote direto do Safari

ImagemPara quem adora o Evernote como eu, sabe como é super útil gravar Web Clippers diretamente do browser. Com apenas alguns cliques aquela página de uma super dica, aquela receita deliciosa ou aquela foto podem ir facilmente para seus cadernos. No Windows costumo trabalhar com o browser Chrome e tenho uma extensão instalada que permite seleciona uma página ou parte dela e salvá-la na minha conta do Evernote.

Continue lendo “Salvando conteúdos no Evernote direto do Safari”

Como abrir o Absinthe 2.o no Mountain Lion

Aqui vai uma dica para quem deseja fazer o Jailbreak no seu dispositivo iOS 5.1.1 e já atualizou seu Mac para o novo sistema operacional OS X 10.8 Mountain Lion. Aparentemente este problema é devido à última versão do Absinthe ter sido disponibilizada quando o Mountain Lion ainda estava em sua versão beta.

O problema apresentado é que ao executar o Absinthe, nada acontece! Ao clicar no ícone do aplicativo, sua interface não é carregada.

Mas antes, vale lembrar que a nova versão do sistema para desk’s e note’s da apple possui uma nova central de segurança, o Gatekeeper, que por padrão inibe a execução de alguns aplicativos, permitindo apenas que softwares baixados pela Mac Apple Store e de desenvolvedores identificados sejam executados. Portanto ao executar o Absinthe a seguinte mensagem será exibida:

Nome do app” não pode ser aberto porque procede de um desenvolvedor não identificado.
Suas preferências de segurança permitem apenas a instalação de aplicativos da Mac App Store e de desenvolvedores identificados.

Para permitir sua execução basta entrar em Preferências do Sistema…, Segurança e Privacidade, clicar no cadeado abaixo para permitir alterações (é necessário entrar com sua senha de administrador), e mudar a opção “Permitir aplicativos transferidos de:” para “Qualquer lugar”. Pronto! Não esqueça de fechar novamente o cadeado!

Agora para executar o Absinthe, após baixá-lo e abrir seu pacote de arquivos, basta clicar com o botão direito sobre o ícone do Absinthe e clicar na opção Mostrar Conteúdo do Pacote. Será aberta uma pasta com os arquivos internos do aplicativo. Em seguida navegue por Contents e depois MacOS. Por fim basta clicar com o botão direito no arquivo Absinthe-10.6 e escolher a opção Abrir Com, Terminal.

Em seguida será aberta a interface gráfica do aplicativo Absinthe. É só executar o Jailbreak e curtir seu novo dispositivo.

Para quem tenha alguma dificuldade, segue um link para um vídeo passo a passo disponibilizado pelo iDownloadBlog.

Abraço a todos!

Acesso VPN Cisco no MAC OS X Lion

Para aqueles que utilizam um acesso VPN do tipo IPSec da Cisco, a seguir um roteiro de como acessar sem a instalação de um cliente. O sistema operacional da Apple já possui este tipo de acesso nativo, tanto para o MAC OS X quanto no iOS. A seguir como configurar na versão para desktops e notebooks.

Entrar no menú apple e depois entrar em Preferências de Sistema.

Entrar em Rede.

Na lista de serviços, clicar no botão “Criar um novo serviço”(botão + abaixo).

No menu suspenso, selecionar o tipo de interface: VPN.
No tipo de VPN selecionar: Cisco IPSec.
Entrar com “Nome do Serviço”.

Nas configurações do serviço entrar com o endereço do servidor, Nome da Conta (usuário) e sua senha de acesso.

Para quem utiliza um arquivo .pcf para realizar as configurações de acesso é necessário entrar com os Ajustes de Autenticação.

Dentro do menu suspenso de Autenticação do Equipamento, entrar com o Nome do Grupo (GroupName) e com o Segredo Compartilhado (GroupPwd).

Estas informações podem ser acessadas abrindo o arquivo .pcf através de um editor de texto.

A estrutura é a seguinte:

[main]
Description=
Host=
AuthType=1
GroupName=
GroupPwd=
enc_GroupPwd=
EnableISPConnect=0
ISPConnectType=0
ISPConnect=
ISPPhonebook=
ISPCommand=
Username=
SaveUserPassword=0
UserPassword=
enc_UserPassword=
NTDomain=
EnableBackup=0
BackupServer=
EnableMSLogon=1
MSLogonType=0
EnableNat=1
TunnelingMode=0
TcpTunnelingPort=10000
CertStore=0
CertName=
CertPath=
CertSubjectName=
CertSerialHash=00000000000000000000000000000000
SendCertChain=0
PeerTimeout=90
EnableLocalLAN=0

A variável Host guarda a informação do Endereço do Servidor, a variável GroupName a informação do Nome do Grupo e o Segredo Compatilhado está na variável GroupPwd. Esta última informação também pode estar criptografada e armazenada na variável enc_GroupPwd. Nesse caso será necessário a tradução da variável para obter a senha.

Para isso basta acessar o seguinte endereço.

Basta entrar com a senha criptografada, clicar no botão decode! e copiar o texto na última linha após o texto “clear:

Após configurar os Ajustes de Autenticação também é possível deixar um atalho na barra de menus marcando a opção “Mostrar estado da VPN na barra de menus”.