5 formas de ganhar experiência profissional sem um trabalho

Traduzido de ALT1040
Texto de Pepe Flores

Parece contraditório, eu sei, mas é possível. Para muitos jovens que saltam ao mercado de trabalho, a experiência é um dos itens que muitas vezes dificultam a sua entrada em novos trabalhos. Não apenas é um problema para quem busca ser contratado por uma empresa; para os trabalhadores autônomos, também é um inconveniente não ter um portfólio de clientes. Entretanto, há muitas maneiras de adquirir esta valiosa experiência sem necessidade de ter um trabalho de meio tempo ou ser estagiário em alguma companhia. Aqui estão apresentadas cinco maneiras de fazê-lo:

1. Ofereça seu trabalho pro bono

A expressão latina pro bono público significa “pelo bem público”. É uma forma para designar os trabalhos que são feitos de forma voluntária e sem esperar remuneração. São muito comuns na área jurídica, sobre tudo nos Estados Unidos, oned os advogados devem cumprir pelo menos 50 horas de trabalho pro bono. Se usa, sobre tudo, em disputas de ordem público ou para ajudar a pessoas que não tem recursos suficientes para pagar honorários.

No caso de outros ofícios e profissões, o trabalho pro bono não apenas apoia a quem necessita, senão também te dão uma valiosa experiência e te ajudam a fazer redes de contatos. Centenas de organizações não governamentais necessitam de uma página web, um aplicativo móvel, uma campanha publicitária, um redesenho de imagem, um evento de arrecadação, entre outras carências. é uma forma útil de fazer uma bom portfólio, de ajudar a alguém mais, e muitas vezes, se envolve o suficiente no projeto, que te abre as portas a mais trabalhos similares.

2. Participe de uma maratona

Não me refiro as maratonas tradicionais, mas as que pões à prova suas habilidades. Para o pessoal de TI, os hackatons são uma forma muito útil de fazer contatos, aprender mais e criar novos projetos. Estes eventos te dão a oportunidade de pensar em soluções para problemas reais, algo que em praticamente qualquer área profissional (e da vida cotidiana), será de muita utilidade para você. O mesmo encontra um par de pessoas interessadas em temas similares aos seus e criam um início de algo maior.

Outra maratona que não deveria perder de vista são os editatones de Wikipedia. No México, Wikimedia tem preparado um por mês. Se o que você gosta é escrever, é uma forma excelente de refinar seu estilo e colaborar com a comunidade. Tem espírito empreendedor? Então busque um Startup Weekend ou um evento similar para se reunir com mais gente para planejar uma empresa nova. Muitas vezes (a maioria), apenas ficam em esboços, mas isso pode te ajudar a esclarecer o que é o que quer fazer mais adiante e ir se especializando.

3. Ofereça (e faça) cursos

Estou certo que tem alguma habilidade que te diferencia ou algo que sabe fazer com muita facilidade ou maestria. Aproveite e ofereça um curso. Muitas vezes, as cidades tem espaços culturais que te permitem criar oficinas gratuitas – ou se acha que pode cobrar, tente – . Sempre terão pessoas dispostas a aprender novas habilidades. Estes cursos te ajudarão a melhorar sua facilidade de palavra, sua interação social e, além disso, será muito bem visto no seu currículo.

O mesmo se aplica no outro lado. Se tem o tempo de fazê-lo, inscreva-se a um curso de algo que te interessa. As habilidades que adquira serão úteis quando sair para o mercado de trabalho; e muitas vezes, farão a diferença. Tenho um amigo ilustrador que, graças a um lugar onde colaborou, aprendeu muitas técnicas de animação. Hoje é trabalhador autônomo e não lhe falta trabalho, além de que cobra muito bem por seu trabalho devido a isso.

4. Una-se a uma associação

Se está na universidade, corra para se unir a alguma associação estudantil ou grupo universitário. Pode ser crucial no seu futuro. Por exemplo, quando eu ia pra universidade, formei uma associação de rádio. Durante três ou quatro anos participei, em um terreno amador; porém, foi suficiente para que, ao entrar, minha experiência fosse levada em consideração para trabalhar como locutor. Estes grupos te dão a oportunidade de fazer muitas coisas, que resultam em experiência valiosa para o mundo real.

Se já está fora, tente com uma organização não governamental ou uma associação civil. Isto sim: leve em consideração o tempo que tem disponível, pois muitas vezes necessitarão aplicar bastante esforço. Ainda assim, formar parte de estes organismos te darão a chance de influenciar em temas públicos, e por sua vez obterá experiência de campo que poderá aplicar em outro lugar, ou, se você se apaixonar por esse trabalho, continuar por esse caminho.

5. Participar em um concurso

Parece ser mais difícil do que é, na verdade. Se você mergulhar um pouco a buscar pro inscrições, perceberá que há dezenas de concursos onde pode participar. Quem sabe ache que não tem muita oportunidade perante a quantidade de competidores, mas a verdade é que não é tanta gente que entra, o que aumenta suas possibilidades. Porém, não se decepcione se não ganhar; o importante é tentar para ir melhorando. O mesmo com as competições: podem dar muita experiência e uma grande bagagem.

Além disso, entrar em concursos te obriga a criar material inédito, o qual pode utilizar depois como uma amostra no caso de que deve ensinar o que sabe fazer. Em algumas situações, receberá um certificado de participação; e no melhor dos casos, conseguirá a satisfação de um prêmio, e de sobra, uma estrela a mais no seu currículo. Tudo conta.

 

 

 

 

 

Solução vencedora do Wayra promete gerenciar filas de restaurante

Publicado na Intranet da Telefonica | Vivo

FilaExpress Gerenciador de Fila de Restaurantes

Existe algo mais desanimador do que você se preparar para um jantar com amigos, mas ao chegar ao restaurante se deparar com uma fila enorme? Pensando nisso, o publicitário paulistano Jan Christian e o matemático Rafael Lohn criaram o FilaExpress, projeto vencedor do Wayra Brasil que promete  gerenciar filas de restaurante.

Veja como funciona:

Ao chegar ao estabelecimento, o cliente informa ao recepcionista seu nome, telefone e número de acompanhantes. O cliente fica então livre para ir onde quiser. Quando a mesa estiver pronta, o recepcionista envia por meio do FilaExpress um alerta ao cliente informando a disponibilidade. O cliente então procura o recepcionista, que o conduz a sua mesa.

O sistema de gerenciamento de listas funciona conectado ao servidor. No caso de pane do aparelho utilizado pelo estabelecimento, basta acessar o site do FilaExpress de qualquer outra maquina, que o sistema funciona normalmente, com todos os dados anteriormente inseridos preservados.

O Vivoblog conversou com Jan Christian para conhecer mais sobre o FilaExpressa. Confira!

Visite também o site oficial do projeto!

Telefônica lança Wayra no Brasil para estimular empreendedorismo

Estão abertas, a partir de hoje, as inscrições do Wayra Brasil, iniciativa da Telefônica que tem como principal objetivo identificar e reter talentos no País na área das novas tecnologias da informação e comunicação.

O anúncio da abertura das inscrições foi feito pelo perfil pessoal de José Maria Alvarez-Pallete no Twitter. A proposta vai selecionar dez projetos que terão até US$ 70 mil de incentivo, espaço físico, infraestrutura e apoio à gestão para impulsionar o desenvolvimento e transformar ideias em serviços inovadores.

“Muitos empreendedores hoje deixam a América Latina em direção à Europa e Estados Unidos porque não encontram o apoio e os recursos necessários para desenvolver seus projetos em seus países de origem”, comentou Pallete. “Queremos contribuir para reverter essa tendência e fixar na América Latina talentos para assim ter a chance de criar diversos ‘vales do silício’ no continente”, complementou.

A iniciativa Wayra Brasil é tão séria que as equipes de projetos, além de serem escolhidas por especialistas renomados em inovação e tecnologia, também dividirão um espaço especial na cidade de São Paulo, desenvolvido especialmente para a criação dos projetos.